ARS do Alentejo garante que maternidade de Beja não fecha

ARS do Alentejo garante

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo assegura que as três maternidades existentes na região vão manter-se em funcionamento dada “a dispersão” do território.
“A dispersão territorial do Alentejo não permitiria que houvesse apenas uma maternidade a funcionar. Vamos continuar com a rede hospitalar que foi definida, em conjunto com as instituições”, afiança fonte da ARS.
O esclarecimento prestado pela ARS à Agência Lusa surge depois de câmaras do Baixo Alentejo e a Ordem dos Médicos terem contestado o eventual fecho de serviços no hospital de Beja, como a maternidade.
Actualmente, existem três maternidades na região, nos hospitais de Évora, Beja e Portalegre, possuindo também o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, serviço Ginecologia e Obstetrícia, mas sem sala de partos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima