António Chícharo critica aumento de impostos nos carros

António Chícharo critica

O empresário bejense António Chícharo, ligado ao ramo automóvel, critica fortemente o anunciado aumento para 2014 da carga fiscal em determinadas áreas deste sector.
“A tributação automóvel vai aumentar em determinados modelos cerca de 175%. […] De maneira que 2014 não vai ser um ano fácil [para o sector], mesmo apresentando alguns indícios de recuperação nas vendas” de viaturas novas, sublinha ao “CA” António Chícharo, que gere a empresa concessionária da Toyota na região.
De acordo com o empresário, “a quebra nas vendas [de automóveis] já parou”, mas o aumento dos impostos previsto para o sector não faz o ambiente económico ficar mais desanuviado.
“Os governos – todos, não apenas este – continuam a considerar o sector automóvel como a ‘galinha dos ovos de ouro’. Mas já não é! Há uma quantidade de tempo que isso já não é bem assim”, argumenta António Chícharo, garantindo que em Portugal ainda existe “a mania que o automóvel é um bem de luxo”.
O empresário vai mais longe e assume mesmo que o sector automóvel em Portugal “não pode continuar a ser como uma daquelas vacas indianas, em que se tira leite, tira leite e tira mais leite e não se lhe dá alimentos para elas produzirem esse leite”.
Daí esperar uma mudança de atitude aos políticos relativamente ao sector.
“Mas isso só deverá acontecer quando o sector não tiver capacidade de resposta e estiver tudo ‘entalado’ com prejuízos de certa monta”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima