Antigo Matadouro Municipal de Moura transformado em museu

Antigo Matadouro Municipal de Moura transformado em museu

As obras de reabilitação do antigo matadouro de Moura para albergar o museu municipal, actualmente instalado num edifício que não responde às necessidades, já começaram, num investimento de 879 mil euros.
A empreitada, prevista durar um ano e meio e que está incluída num projecto do Município para requalificar a zona do matadouro, deverá terminar "no final de Abril de 2013", adianta o vereador da Câmara de Moura, José António Oliveira, citado pela Agência Lusa.
Além da reabilitação do matadouro, o projecto inclui a requalificação da zona envolvente, uma obra orçada em 306 mil euros e que deverá arrancar em "meados de Janeiro" e terminar em "Agosto de 2012", indica.
Através do projecto global, a autarquia quer requalificar a zona do matadouro, que "antes ficava fora da cidade, mas actualmente está dentro do perímetro urbano de Moura" e é uma área "pouco qualificada", adianta o também vereador Santiago Macias.
O edifício "vai ser reabilitado para albergar o Museu Municipal de Moura", que, desde 1993, está instalado no edifício conhecido como "a Casa do Rato", que foi o antigo celeiro comum da cidade e "já não responde às necessidades" do museu, diz Santiago Macias.
O futuro museu municipal "vai ser um equipamento ao serviço da cultura e da comunidade e ter uma função social activa", terá duas áreas de exposição, uma área de restauro, um espaço para actividades educativas, uma loja, zonas de reservas do museu e de escavações arqueológicas e gabinetes de trabalho para técnicos.
Segundo Santiago Macias, a requalificação da zona envolvente do matadouro vai incluir a construção de um ponto de chegada e correspondência (terminal rodoviário), em frente ao edifício, e de um ponto de abrigo, junto às escolas dos segundo e terceiro ciclos do ensino básico e secundária de Moura e que irá beneficiar os estudantes dependentes de transportes públicos.
O projecto global deverá ser co-financiado por fundos comunitários, já que foi candidatado ao Programa Pperacional InAlentejo através do regulamento específico "Política de Cidades – Parcerias para a Regeneração Urbana".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima