Antigo aparthotel de Castro Verde vai ser uma residência sénior

Antigo aparthotel de Castro Verde

A Fundação São Barnabé, com sede em Almodôvar, vai avançar com a criação de uma residência sénior no edifício do antigo Aparthotel do Castro, em Castro Verde, que adquiriu em leilão público, por 550 mil euros, em Outubro de 2013. O projecto de arquitectura já foi aprovado pela Câmara Municipal de Castro Verde e o presidente da instituição estima que as obras possam começar até ao próximo mês de Setembro.
“Há alguns constrangimentos actualmente [no sector das] obras, mas salvo algum imponderável pensamos estar em obras no mês que vem ou em Setembro. A nossa previsão é que os trabalhos durem seis ou sete meses, por isso, em condições normais, em Fevereiro ou Março do ano que vem contamos estar a funcionar”, adianta Valdemar Saleiro em exclusivo ao “CA”.
Segundo o responsável pela Fundação São Barnabé, o projecto passa pela “adaptação do espaço” do antigo Aparthotel do Castro, encerrado desde 2012, em residência sénior, num investimento avaliado entre 850 mil a um milhão de euros. “É tudo investimento privado, da Fundação e de entidades parceiras que colaboram connosco”, garante Valdemar Saleiro.
A futura residência sénior de Castro Verde terá “capacidade até 68 pessoas”, que serão alojadas entre os 30 apartamentos T1 e os oito apartamentos T0 existentes no edifício, e possibilitará a criação de 20 a 30 novos postos de trabalho.
Sobre o público-alvo do futuro equipamento é que Valdemar Saleiro não abre, para já, o jogo. “Internamente temos isso definido, mas ainda não é altura de tornar público essa questão. Mais próximo da abertura iremos fazer o nosso trabalho de publicidade e de contactos”, diz apenas o presidente da Fundação São Barnabé.
A Fundação São Barnabé teve a sua origem num serviço de apoio domiciliário e num projecto de Luta Contra a Pobreza, iniciados nos fins dos Anos 80 em São Barnabé, no concelho de Almodôvar.
Actualmente emprega mais de 300 pessoas e desenvolve as suas actividades em São Barnabé, Almodôvar, Beja, Quarteira, Moura, Pombal e Ferreira do Alentejo. Tem ainda projectos a avançar em Évora e Faro, além de Castro Verde.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima