Ambaal e NERBE contestam adiamento da assembleia geral da EDAB

Ambaal e NERBE contestam adiamento da assembleia geral da EDAB

A Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (Ambaal) e o NERBE acusam o accionista Estado de ser o responsável pela situação em que a EDAB – Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja se encontra desde Setembro de 2011.
As críticas destas duas entidades surgem depois da assembleia geral ordinária da empresa agendada para esta segunda-feira, 21, ter sido suspensa por um período mínimo de quatro semanas por proposta do accionista Estado.
"Considerando os atrasos já verificados e a urgência dos assuntos agendados, nomeadamente o processo em curso de liquidação da EDAB, bem como, a não apresentação de fundamentação para a suspensão, a Ambaal e o NERBE votaram contra a mesma, o que não impediu a maioria dos accionistas de o aprovar", sublinham as duas instituições num comunicado enviado para a redacção do "CA".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima