Alunos do IPBeja pedem redução do valor das propinas

Alunos do IPBeja

A Associação Académica do Instituto Politécnico de Beja (AAIPBeja) defende uma redução do valor das propinas no segundo semestre, assim como o reforço da rede de Internet e das ferramentas tecnológicas nas residências de estudantes.
De acordo com a AAIPBeja, liderada por José Nascimento, a actual situação causada pela pandemia de Covid-19 está a ter grande impacto económico “no rendimento dos estudantes e das suas famílias”, daí que em reunião dos órgãos sociais da associação tenha sido decidido propor à direcção do IPBeja a redução do valor das propinas no segundo semestre e a não cobrança de juros de mora no atraso do pagamento das propinas do mesmo semestre.
A par destas propostas, a Associação Académica defende ainda que sejam criados planos que permitam o pagamento faseado das propinas do segundo semestre para os alunos que assim o solicitem e que seja garantido a todos os estudantes que continuam a residir nas residências de estudantes “o acesso às ferramentas tecnológicas (computadores, webcam, microfone) necessárias para o bom acompanhamento das actividades lectivas à distância”.
A AAIPBeja defende ainda um reforço da rede de Internet nas resistência de estudantes, que todas as aulas “sejam gravadas e  que a gravação seja disponibilizada na plataforma ‘Moodle’ para consulta futura”, e que se proceda à adaptação dos métodos lectivos e de avaliação, “de modo a que os estudantes não sejam prejudicados no seu percurso de formação”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima