Alentejo "vende" gastronomia e vinho a turistas ingleses

Alentejo "vende" gastronomia

O produto “Gastronomia e Vinhos” vai ser a “âncora” para a ARPTA “vender” a região do Alentejo no mercado turístico inglês em 2014 como a “alma gastronómica” de Portugal.
“A gastronomia e vinhos são um produto muito forte no Alentejo e acordámos com os operadores ingleses com os quais trabalhamos que, este ano, esse é o tema ‘âncora’ para esse mercado”, diz à Agência Lusa Vítor Silva, presidente da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo (ARPTA), sediada em Grândola.
Estes responsável realça que esta já é uma área fulcral para “vender” o destino alentejano, mas, no mercado inglês, vai ser dada “ainda mais atenção” a este produto.
“Um dos mercados estratégicos para o Alentejo é o inglês e vai ser tratado com a mesma intensidade de anos anteriores. Só que, este ano, sem esquecer outros potenciais da região, a promoção turística vai estar focada na gastronomia e vinhos”, explica.
A campanha, a desenvolver em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Alentejo, ainda está a ser ultimada, mas o lema vai ser “Alentejo – The Gastronomic Soul of Portugal”, ou seja, “Alentejo – a Alma Gastronómica de Portugal”.
O objectivo é promover o território alentejano como “um destino onde existe, ao longo de todo o ano, um festival de gastronomia”, explica Vítor Silva.
“Esta ideia é materializada num conjunto de eventos gastronómicos existente no território e que, como produto turístico, pensamos estar ‘amadurecido’ para apresentar ao mercado inglês”, frisa.
Como exemplo, o responsável indica as semanas gastronómicas da região, quase todas promovidas pela Turismo do Alentejo e dedicadas à caça, porco, borrego ou sopas e tomatadas, entre outros temas.
“São realizações perfeitamente calendarizadas e que podemos comunicar para o mercado inglês, identificando até os restaurantes que participam”, argumenta Vítor Silva.
O que os restaurantes aderentes vão ter de fazer, alerta o presidente da ARPTA, é “adaptar para inglês as ementas ou, pelo menos, os pratos da semana gastronómica”.
“Outro dos eventos importantes que temos e que podemos apresentar ao mercado inglês é o Festival das Gastronomias Mediterrânicas, que vai decorrer no litoral, este ano, com o peixe em foco”, acrescenta.
A abordagem centrada na gastronomia “é validada” pelos operadores britânicos, mas a região tem também “trunfos” vitivinícolas a promover: “A qualidade dos nossos vinhos é grande e temos muitos enoturismos, abertos vários dias da semana”, destaca Vítor Silva.
“Os ingleses têm dos melhores críticos de vinho do mundo e interessam-se muito por esta área, além de não podermos esquecer que foram eles que inventaram o vinho do Porto e que há muito produzem vinhos no Douro”, vinca.
Caso esta “âncora” da “Gastronomia e Vinhos” tenha resultados positivos na captação de mais turistas ingleses para o Alentejo, a ARPTA admite poder vir a implementar estratégias idênticas para outros mercados externos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima