Alentejo recebe 1,3 mil milhões de euros até 2020

Alentejo recebe 1

A região do Alentejo vai receber um total de 1,3 mil milhões de euros até ao ano de 2020, no âmbito do novo quadro comunitário de apoio aprovado pela União Europeia.
Grande parte do pacote financeiro do novo programa operacional regional chega de Bruxelas (898,2 milhões através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e mais 184,7 milhões pelo FSE – Fundo Social Europeu), tendo como principal objectivo “promover a competitividade da economia regional e o desenvolvimento urbano sustentável”, assim como “a coesão interna da região”.
Nesse sentido, o programa já consultado pelo “CA” terá nove áreas prioritárias: competitividade e internacionalização de PME’s; educação e qualificação; investigação, desenvolvimento tecnológico e inovação; desenvolvimento urbano sustentável; emprego e valorização económica dos recursos endógenos; coesão e inclusão social; eficiência energética e mobilidade; ambiente e sustentabilidade; e o reforço da capacidade institucional e modernização da administração.
Bruxelas espera que com este programa seja possível, entre outros impactos, permitir que 92% dos alunos beneficiem de escolas primárias e secundárias actualizadas, que haja infra-estruturas de educação ou de acolhimento de crianças para mais 4.777 crianças, que seja facilitada a entrada de 6.400 pessoas em empregos “socialmente necessários” e que 5.000 PME’s sejam apoiadas com subvenções e outras formas de apoio reembolsáveis.
Contribuir para a criação de cerca de 4.250 empregos directos na região é outra das metas do Programa Operacional Regional do Alentejo até 2020.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima