Água: PCP acusa Governo de querer impor agregação de sistemas

Água: PCP acusa Governo de

A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP acusa o Governo do PS de estar a querer impôr a agregação dos sistemas de abastecimento de água em baixa e saneamento de águas residuais, que são responsabilidade dos municípios.
Em causa está a abertura de um aviso de concurso no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), que visa exclusivamente apoiar as operações promovidas por entidades gestoras agregadas.
Para a DRA, esta é “uma medida discriminatória dos municípios e das associações de municípios, na medida em que são afastados e impedidos de candidatarem os seus projectos, pois não surgem como beneficiários dos 75 milhões de euros que são disponíveis para apoiar projectos nas áreas das águas e do saneamento”.
Em comunicado enviado ao “CA”, os comunistas manifestam “a sua total oposição” a esta situação, acusando o Governo de estar a instrumentalizar os fundos comunitários para dar “cobertura” aos seus objectivos políticos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

OP de Odemira com 51 propostas em 2021

Um total de 51 propostas de investimento público foram apresentadas pela população do concelho de Odemira no âmbito do processo do “Orçamento Participativo” (OP) de

Role para cima