Agricultores jovens preocupam associação de Portalegre

Agricultores jovens preocupam

O presidente da Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre mostra-se preocupado com o "elevado" número de jovens empresários que entra na agricultura, considerando que "a maioria poderá estar a hipotecar” o futuro.
“Há jovens agricultores, que, ao fim dos cinco anos de instalação, saem da agricultura e, depois, qual foi a vantagem para eles e para o país", questiona António Bonito.
Toda esta situação, alerta, "é um risco enorme que estamos a correr”.
Apesar de reconhecer que a agricultura, actualmente, “está na moda”, o presidente da Associação de Agricultores de Portalegre diz ver com “preocupação” os números apresentados recentemente pela ministra Assunção Cristas sobre o tema.
António Bonito dá como exemplo a situação em França, em que o sector agrícola é “mais forte” do que em Portugal e onde se instalam “muito menos” jovens agricultores.
“O custo da instalação em França é inferior ao nosso e nós corremos o risco de estarmos a apoiar a instalação de jovens agricultores, que, depois, passado o prazo de cinco anos de instalação, deixam-no de ser”, alerta.
No entanto, o dirigente agrícola reconhece existirem jovens que querem ser agricultores e que apostam no sector, defendendo que a agricultura poderia “rejuvenescer com menos dinheiro para se poder fazer mais”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima