AF Beja não apoia ninguém nas eleições da Federação Portuguesa de Futebol

AF Beja não apoia ninguém nas eleições da Federação Portuguesa de Futebol

Sem novos estatutos não há apoio para ninguém! É esta, em síntese e em bom português, a posição assumida pela direcção da Associação de Futebol de Beja (AFB) perante as eleições para a presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), agendadas para o próximo dia 5 de Fevereiro.
“A AFB não apoiará nenhuma candidatura, não porque esteja em causa a competência ou o profissionalismo dos candidatos, mas tão só porque entendemos que, no actual contexto e para bem do futebol, as eleições só deverão ocorrer sob a égide de novos estatutos da FPF adequados ao Regime Jurídico das Federações Desportivas”, justifica a direcção da AFB em comunicado oficial, confirmando a notícia avançada na última edição do “CA”.
Segundo os responsáveis pela associação baixo-alentejana, a marcação do actual processo eleitoral, “ainda que legal, revela-se inoportuno”, o que leva a equipa liderada por José Luís Ramalho a exortar ao desenvolvimento de “todas as diligências que conduzam à urgente aprovação de novos estatutos da FPF, adequados ao Regime Jurídico das Federações Desportivas”.
E quando “aprovados os novos estatutos, deverão continuar a ser desenvolvidos esforços para que a legislação seja alterada nos pontos que não se adequam aos interesses do futebol e do movimento associativo”, acrescenta o comunicado da direcção da AFB.
Ao lado de Beja nesta posição estão igualmente as associações de Algarve, Setúbal, Lisboa, Santarém, Castelo Branco, Aveiro, Braga e Madeira, que decidiram também não apoiar a única candidatura à sucessão de Gilberto Madaíl, encabeçada por Horácio Antunes.

<b>MAIS INFORMAÇÃO NA EDIÇÃO DE 14 DE JANEIRO DO "CORREIO ALENTEJO", JÁ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima