ACT identifica clandestinos em vindimas no distrito de Beja

ACT identifica clandestinos em

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) identificou 23 trabalhadores clandestinos, um dos quais menor de idade, em vindimas de duas explorações no Baixo Alentejo.
Todos os trabalhadores e os dois empregadores são de nacionalidade romena, embora pertençam a empresas unipessoais de responsabilidade limitada e registadas em Portugal, refere a ACT, num comunicado enviado à Agência Lusa.
Os trabalhadores clandestinos foram identificados durante acções inspectivas para prevenção de trabalho não declarado e dissimulado e tráfico de seres humanos que a ACT realizou nos passados dias 17 e 19 de Setembro, em parceria com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e outras entidades públicas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima