Acos quer comercializar borregos para Espanha

Acos quer comercializar

A ACOS – Agricultores do Sul está em conversações com algumas cooperativas espanholas para iniciar a comercialização de borregos para o país vizinho.
“Com estes parceiros queremos ganhar escala e conseguir mais-valias. Pretendemos dar este passo muito em breve”, afiança ao “CA” o presidente da associação, Rui Garrido.
No cargo há um ano, o presidente da associação destaca “a adesão de novos sócios” à ACOS, a realização de leilões de gado com regularidade e a dinamização do sector das lãs.
Rui Garrido chegou à presidência da ACOS após a morte de Manuel Castro e Brito e não esconde que desde então ocorreram algumas mudanças organizativas na associação. “O Manuel Castro e Brito era um homem que se dedicava a 100% à associação. A ACOS era quase a sua primeira casa, uma vez que felizmente tinha essa disponibilidade, o que não é o meu caso. Por isso, tivemos que dar aqui uma orientação diferente à estrutura”, justifica Rui Garrido.
Nesse sentido, continua, Claudino Matos foi nomeado director-geral, sendo responsável pela gestão diária de toda a estrutura da ACOS. E Miguel Madeira, até então responsável do ADS, passou para a direcção.
“Desta forma temos conseguido dar continuidade ao trabalho e julgo que as coisas vão funcionando bem”, diz Rui Garrido.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima