A26: Tribunal defere providência cautelar de Ferreira do Alentejo

A26: Tribunal defere providência

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja (TAFB) deferiu a providência cautelar apresentada pela Câmara de Ferreira do Alentejo sobre o abandono das obras da A26/ IP8.
A decisão do TAFB foi revelada esta terça-feira, 16, pelo autarca ferreirense Aníbal Reis Costa na sua página pessoal no Facebook, frisando que o deferimento da providência cautelar reforça a posição da Câmara Municipal, que considera o cancelamento da construção desta via por parte do Estado um “acto completamente absurdo”.
Esta “decisão demonstra que deve haver respeito pelo nosso território e pelas pessoas que cá vivem”, acrescenta Aníbal Reis Costa.
A providência cautelar da Câmara de Ferreira do Alentejo foi interposta a 15 de Abril e visa “obrigar” o Estado, através da Estradas de Portugal, a tomar, com urgência, “medidas de protecção das populações contra riscos e condições de insegurança ambiental e rodoviária” identificados pela autarquia no concelho e que resultam da “paragem e posterior abandono” de obras da A26.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima