Vereadores do PS querem CM Beja assistente em processo

Vereadores do PS querem

Os vereadores do PS na Câmara de Beja exigem que o actual executivo constitua a autarquia como assistente no processo da elaboração de material de campanha da CDU.
A posição dos socialistas vai ser defendida esta segunda-feira, 31, a partir das 17h00, numa reunião extraordinária do executivo da Câmara de Beja, que terá como ponto único na ordem de trabalho a votação desta proposta.
Em comunicado, os vereadores do PS dizem esperar que o executivo da CDU em funções “se decida pela única saída eticamente possível” e que “vote favoravelmente esta proposta”.
“O Município, independentemente dos executivos em funções, tem a obrigação moral, ética e legal de prosseguir com o processo até ao apuramento final da verdade”, acrescenta os socialistas.
O caso remonta a 2010, altura em que o então presidente da Câmara de Beja, Jorge Pulido Valente, apresentou queixa sobre a alegada utilização de recursos humanos e materiais da autarquia para a elaboração de material de campanha da CDU para os concelhos de Beja, Cuba, Ferreira do Alentejo e Mértola durante as eleições autárquicas de 2009.
Passados quatro anos, e tal como o “CA” adiantou em primeira na sua edição de 14 de Março, o Ministério Público de Beja deduziu acusação contra três funcionários do Gabinete de Informação e Relações Públicas da autarquia pelo crime de peculato de uso.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima