Vereadores da CDU acusam Câmara de Beja de ocultar informações

Vereadores da CDU acusam Câmara de Beja de ocultar informações

Os vereadores da CDU na Câmara de Beja acusam o executivo socialista, liderado por Jorge Pulido Valente, de não revelar os pagamentos efectuados pela autarquia no passado mês de Janeiro nem as despesas realizadas com os cartões de crédito atribuídos aos eleitos e respectivo pessoal de apoio ao longo de 2011 e em Janeiro deste ano.
As questões dos eleitos comunistas foram colocadas, via electrónica, a Pulido Valente no primeiro dia do mês de Fevereiro, mas até ao momento ainda não foram respondidas pelo presidente da autarquia, o que é bastante criticado pelos eleitos da CDU.
Em comunicado, os vereadores da CDU “exigem que a informação a que têm direito lhes seja fornecida no imediato”, lançando várias dúvidas sobre a demora na resposta por parte do executivo do PS.
“Será que a mesma lhes é negada para esconder compadrios e favoritismos por motivos políticos ou familiares no caso das opções de pagamentos em Janeiro? Ou ainda, no caso das despesas com os cartões de crédito, por estas poderem constituir uma radiografia comprometedora, entre outras situações, das viagens dos eleitos ao estrangeiro que, vá-se lá saber porquê, deixaram de ser motivo de informação nas reuniões de Câmara?”, questionam.
Entretanto, em declarações à Rádio Pax, Jorge Pulido Valente garantiu que os serviços estão a reunir a informação solicitada, que será posteriormente fornecida aos vereadores comunistas.
O autarca socialista acusa ainda a CDU de praticar uma política de "terra queimada" e de não apresentar "propostas" para o concelho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima