Uma “oficina” ao serviço da economia em Odemira

Uma “oficina” ao serviço

Um ano depois de ter “aberto portas”, a Oficina do Empreendedor em Odemira é um verdadeiro caso de sucesso, refere a Câmara Municipal local, que em Dezembro de 2015 inaugurou o espaço.
“Esse balanço bastante positivo advém do facto de termos efectuado um conjunto alargado de atendimentos e prestação de informações, o que vem demonstrar a pertinência da criação do balcão e, principalmente, da criação destas políticas de desenvolvimento económico”, argumenta o vereador Ricardo Cardoso, em declarações ao “CA”.
A opinião do responsável pela pasta do Desenvolvimento Económico na Câmara de Odemira vai além da subjectividade e assenta em dados concretos: desde que entrou em funcionamento, no âmbito do programa “Odemira Empreende”, a Oficina do Empreendedor efectuou um total de 334 atendimentos, 220 para informações diversas e 124 no âmbito do Gabinete de Apoio ao Empreendedor, uma das suas valências (a par do Ninho de Empresas e da área de atendimento temático). Mas mais: actualmente encontram-se instaladas neste equipamento duas empresas.
“Tem havido atendimentos em todas as idades, para empresas criadas ou para empresas a criar, para freguesias do concelho onde existe mais iniciativa económica mas também para zonas onde existe menos. Portanto, diria que as políticas de desenvolvimento económico do Município de Odemira estão a conseguir chegar de facto a todas a área do concelho e a todos os sectores de actividade que aqui existem”, observa Ricardo Cardoso.
Além disto, o vereador socialista aponta ainda outra mais-valia” da Oficina do Empreendedor: o facto de “não condicionar os timings dos empresários aos timings da administração pública”.
“A criação da Oficina do Empreendedor e do seu balcão de atendimento permanente veio ajudar de facto a que os empresários pudessem ter o seu próprio timing de resolução das coisas. Acho que esta é a mais-valia deste espaço: um sítio de atendimento permanente, que visa satisfazer as necessidades dos empresários e empreendedores”, diz.
Passado o primeiro ano de existência, a Oficina do Empreendedor em Odemira vai continuar a funcionar nos mesmos moldes. “Não sentimos necessidade de alterar o funcionamento”, afiança o vereador Ricardo Cardoso, acrescentando: “Neste momento devemos é continuar a apostar neste atendimento e continuar a divulgar cada vez mais aquelas que são as políticas de desenvolvimento económico do concelho”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima