Turismo do Alentejo quer mais turismo cinegético

Turismo do Alentejo quer

A Turismo do Alentejo está a preparar um projecto de desenvolvimento na área do turismo de caça na região, em parceria com as diversas associações ligadas ao sector.
O projecto está ainda a ser trabalhado “nos bastidores”, a nível técnico, fase que se tem desenrolado “no último ano”, adianta à Agência Lusa o presidente da Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva.
Até ao final deste mês, segundo o responsável, deverá ficar concluído o processo para apresentação de uma candidatura a fundos comunitários, no âmbito do programa InAlentejo, prevendo-se que a fase de execução “no terreno” avance no início de 2014.
“A caça, enquanto produto turístico, aquilo que se designa genericamente por turismo cinegético, tem uma importância estratégica fundamental para o Alentejo, que é, de facto, uma das principais zonas produtoras de caça e onde se encontram muitas zonas de caça turística e zonas de caça associativa”, justifica.
A caça assume, nesta região, um papel de “elemento catalisador”, capaz de contribuir para o desenvolvimento económico e de dinamizar a actividade turística, “nomeadamente nas alturas, do ponto de vista da sazonalidade, de menor ocupação”, frisa o dirigente.
O “primeiro nível” de implementação do projecto consiste na elaboração de um “plano de desenvolvimento para o turismo cinegético” no Alentejo, que implica a “sistematização da oferta” existente no território.
“É necessário saber o que é que existe, onde existe e como está. Obviamente, sistematizar a oferta é importantíssimo para a melhoria e a requalificação do produto”, sustenta Ceia da Silva.
Está também prevista a criação de uma plataforma virtual, onde será possível promover “toda a espécie de produtos que existam nesta área”, como as montarias e as largadas.
Esta ferramenta vai servir como uma “plataforma de venda”, cuja dinamização irá caber aos operadores turísticos e deverá estar disponível a partir do segundo semestre do próximo ano.
Outro aspecto “fundamental” do projecto, segundo o presidente da Turismo do Alentejo, é a “promoção”.
São parceiros da entidade, entre outros, o Clube Português de Monteiros, a Federação Portuguesa de Caça (Fencaça) e a Associação Nacional de Zonas de Caça Turística, indica o responsável.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima