Trabalhadores de Neves-Corvo reúnem em plenário

Trabalhadores de Neves-Corvo reúnem em plenário

Os trabalhadores da mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, reúnem neste domingo, 17 de Setembro, em plenário, depois do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) e a Somincor não terem ainda chegado a acordo sobre os novos horários a aplicar a quem trabalha no fundo da mina.
A sessão está agendada para as 10h00 em Aljustrel e servirá para os trabalhadores decidirem novas formas de luta, que poderá passar inclusive pela greve.
Na base da divergência entre a Somincor e o STIM estão os novos horários de trabalho a aplicar a quem trabalha no fundo da mina. A empresa propõe manter a laboração contínua mas passando das actuais sete horas e 30 minutos por dia, cinco dias por semana seguido de um dia de descanso, para 10 horas e 42 minutos/dia, quatro dias por semana seguidos de quatro dias de folga.
Uma proposta que é rejeitada pelos trabalhadores, até porque o actual horário, argumenta o STIM, já “representa uma total desumanidade na organização do tempo de trabalho, dificultando ou mesmo impossibilitando a conciliação da actividade profissional com a vida pessoal e familiar dos trabalhadores”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima