"Terras Sem Sombra" no concelho de Odemira

"Terras Sem Sombra"

Música clássica, uma visita guiada ao moinho de vento e um passeio à descoberta do património natural que existe no Cabo Sardão: é este o “cardápio” da passagem do festival “Terras Sem Sombra” pelo concelho de Odemira, agendada para este fim-de-semana, 17 e 18 de Março. A iniciativa é promovida pela Pedra Angular – Associação dos Amigos do Património da Diocese de Beja e tem o apoio da Câmara de Odemira.
Um dos momentos altos do festival em Odemira está marcado para as 21h30, quando o Vena Piano Trio subir ao palco do cine-teatro Camacho Costa, para interpretar o concerto “Sob a Mesma Árvore: Obras de Carrapatoso, Kodály, Hubay e Chopin”. Formado em 2015 na cidade de Budapeste (Hungria), o Vena Piano Trio é constituído por Andrea Fernandes (portuguesa), Kamila S?odkowska (polaca) e Erzsébet Hutás (húngara) e tem vindo a destacar-se “pelo nível de musicalidade e excelência técnica”.
Mas o “Terras Sem Sombra” é muito mais que apenas música clássica/ sacra. A promoção do património do Alentejo é outro dos objectivos do festival, que para a tarde de sábado, pelas 15h00, tem agendada uma visita ao moinho de vento de Odemira, guiada por Ana Tendeiro Gonçalves (antropóloga), António Martins Quaresma (historiador) e José Matias (técnico de museus).
Para a manhã de domingo, 18, pelas 10h00, está prevista a visita “Limite do Mundo: A geo e a bio-diversidade no Cabo Sardão”, que contará com as explicações de Rita Balbino (bióloga), Carlos Cupeto (geólogo) e António Martins Quaresma (historiador).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima