Sustentabilidade urbana debatida no Politécnico de Beja

Sustentabilidade urbana debatida no Politécnico de Beja

O auditório do Instituto Politécnico de Beja recebe esta sexta-feira, 12, ao longo de toda manhã o “Urbes Forum by Assecos”, iniciativa dinamizada pela Associação para a Competitividade e Inovação da Energia e Construção Sustentáveis (Assecos) que contará com a presença de representantes dos municípios que integram a Rede ECOS e que terá como objectivo ser “um espaço de discussão e promoção de boas práticas de sustentabilidade urbana”.
O fórum arranca às 9h30, sendo que na sessão de abertura vão intervir Vito Carioca (presidente do IPBeja), Jorge Pulido Valente (presidente da Câmara de Beja), Filipe Vasconcelos (director-geral da Agência para a Energia) e José Maria Pós-de-Mina (presidente da Câmara de Moura e da Assecos).
Para as 10h00 está agendado o primeiro painel de discussão, moderado pelo general Castelo Branco e que irá contar com as palestras de Sandra Estanislau, da Assecos (“Assecos – Um projecto ambicioso”); de Marco Estrela, do ISQ (“Monitorização de CO2 nas cidades da Rede Ecos”); do designer Henrique Cayatte (“EcoUrbe”); e de António Martins, da Lógica EM (“Moura na Rede ECOS – Energia e Sustentabilidade”).
Para o segundo painel, a partir das 11h00, foram convidados Teresa Bertrand, da Energyin (“Sustentabilidade urbana – Oportunidade económica para as empresas portuguesas”); José António Marmé, da EDP (“InovGrid – Redes de Energia Inteligentes”); e Filipe Palma, do InAlentejo (“Redes Urbanas para a Competitividade e Inovação”), numa conversa que será moderada por Dias Lopes, do ISQ.
O “Urbes Forum by Assecos” termina perto das 13h00, cabendo o encerramento ao vice-presidente da Câmara de Torres Vedras e da Assecos, Carlos Bernardes.
A Assecos é uma associação criada no âmbito da Rede ECOS, a qual resulta da parceria entre os municípios de Moura (líder do projecto), Serpa, Beja, Silves, Torres Vedras, Óbidos e Peniche, em conjunto com outras entidades locais, regionais e nacionais.
A rede resulta de um projecto de grande dimensão co-financiado pelo InAlentejo e cuja ambição é tornar as cidades territórios de inovação e competitividade, através de implementação de estratégias comuns.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima