Suspeito de triplo-homicídio em Beja vai a tribunal esta quarta-feira

Suspeito de triplo-homicídio em Beja vai a tribunal esta quarta-feira

O homem suspeito de ter matado a mulher, filha e neta, em Beja, com uma catana, vai ser ouvido esta quarta-feira, 15, de manhã pelo juiz de instrução criminal.
De acordo com fonte judicial citada pela Agência Lusa, o primeiro interrogatório judicial ao suspeito e aplicação de medidas de coação ficaram marcados para quarta-feira de manhã, embora não esteja ainda definida a hora.
Fonte policial adiantou à Agência Lusa que ainda faltam os resultados das perícias efectuadas pela Polícia Judiciária.
Também os funerais das vítimas do triplo-homicídio estão marcados para quarta-feira, às 14h00, no cemitério da cidade.
De acordo com uma fonte da Agência Funerária do Povo, de Beja, o velório decorre na Casa Mortuária do cemitério, depois de os corpos terem sido esta terça-feira, 14, autopsiados no gabinete Médico-Legal da cidade.
Recorde-se que o suspeito, de 59 anos (nasceu a 05 de Março de 1952), foi detido na segunda-feira, 13, à noite, na sua casa, em Beja, onde foram encontrados os cadáveres das vítimas.
O cadáver da mulher foi encontrado num quarto tapado com um lençol, enquanto os da filha e neta estavam noutro, indicou a fonte.
O suspeito do triplo-homicídio, que está detido nos calabouços da PSP local, entregou-se na segunda-feira, por volta das 19h40, à PSP, que, após ter detido o homem, entrou na casa, onde encontrou os cadáveres da mulher, de 59 anos, da filha, de 28, e da neta, de quatro anos.
Os crimes terão sido cometidos "na terça-feira à noite" da semana passada, dia 7, adiantou a fonte policial, relatando que o alegado autor do triplo-homicídio também "matou todos os animais" domésticos que tinha em casa, nomeadamente um cão e um gato.
A mesma fonte relatou à Lusa que as vítimas foram degoladas com cortes no pescoço efectuados com uma catana.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima