Somincor quer avançar com expansão do zinco

Somincor quer avançar

A Somincor – Sociedade Mineira de Neves-Corvo reiniciou na segunda metade de 2016 o projecto de expansão do zinco, que poderá estar em operação dentro de dois anos, em 2019, e duplicar a produção de concentrado deste mineral na mina situada no concelho de Castro Verde.
A informação foi avançada na última semana pela Lundin Mining, multinacional sueco-canadiana proprietária da Somincor, durante a apresentação dos resultados em 2016. De acordo com o documento a que o “CA” teve acesso, o projecto de expansão de zinco foi reiniciado durante o segundo semestre de 2016, tendo por base os grandes recursos minerais de zinco existentes em Neves-Corvo.
A actualização do estudo de viabilidade do projecto está já em curso, mas ainda no último trimestre de 2016 a Somincor submeteu às autoridades nacionais competentes o pedido de avaliação de impacto ambiental. O investimento total deve rondar os 250 milhões de euros.
Todo o processo está agora dependente do “calendário” de autorização por parte do Governo e da decisão final da administração da Lundin Mining, mas a intenção da empresa é ter a operação em funcionamento a partir de 2019.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima