Socialistas defendem linha ferroviária entre Sines e Madrid

Socialistas defendem linha

O secretário-geral do PS defende que a construção de uma linha ferroviária para transporte de mercadorias, entre o porto de Sines e Madrid, pode e deve ser candidata às project bonds, obrigações da União Europeia para financiar projectos.
No encerramento de uma conferência do Laboratório de Ideias e Propostas para Portugal (LIPP) do PS, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, António José Seguro apontou o porto de Sines como determinante para o crescimento da economia portuguesa e acusou o Governo PSD/ CDS-PP de falta de visão estratégica.
"É fundamental, volto a insistir, a construção de uma linha ferroviária para transporte de mercadorias entre Sines e Madrid, para que nós possamos alavancar as possibilidades dessa plataforma logística", considerou.
O secretário-geral do PS referiu que essa construção implica 600 milhões de euros. "Mas esses 600 milhões de euros, esse projecto pode e deve ser candidatável aos novos project bonds que a União Europeia criou a partir do Conselho Europeu de Junho", afirmou, em seguida.
"O primeiro-ministro não me venha dizer que não há dinheiro. Não há é ideias nem ambição nas propostas e na condição política do Governo por parte do primeiro-ministro, isso é que não há", acrescentou.
Segundo o secretário-geral do PS, o porto de Sines pode ser, além de uma plataforma logística, um espaço de localização de empresas e de transformação de bens para exportação, sobretudo na área agro-alimentar.
António José Seguro relatou que, numa visita recente de membros do PS à China, em que participou a presidente do partido, Maria de Belém Roseira, "os chineses falaram do porto de Sines e da possibilidade de se instalar aí uma cidade de 600 mil pessoas".
"Mas, para isso, nós precisamos de ter visão, precisamos de ter um Governo que invista, de ter políticas públicas que se canalizem com esse objectivo", observou.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima