Seis freguesias de Santiago do Cacém com falhas de TDT vão ser monitorizadas

Seis freguesias de Santiago do Cacém com falhas de TDT vão ser monitorizadas

O sinal de TDT em seis das 11 freguesias do concelho de Santiago do Cacém vai ser monitorizado durante o horário nobre, devido às falhas que prejudicam várias centenas de pessoas, divulgou o presidente do Município.
As freguesias de Alvalade, Cercal do Alentejo, Ermidas-Sado, São Bartolomeu da Serra, São Domingos e Vale de Água queixam-se, “desde algum tempo, de ausência ou dificuldades no sinal gratuito de acesso à televisão digital terresttre” (TDT), adiantou à Agência Lusa Vítor Proença, no final de uma reunião de autarcas do concelho com um representante da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).
Apesar de remeter o processo para a Portugal Telecom, o operador de televisão digital terrestre, o regulador, segundo Vitor Proença, assumiu o “compromisso de intensificar a monitorização do sinal à noite, a partir das 20h00”, uma vez que as medições efectuadas anteriormente incidiram unicamente no período da tarde.
“Grande parte dos problemas passa-se no horário nobre, agravando-se quando há humidade ou nevoeiro e são transmitidos programas com audiências elevadas, como jogos de futebol”, explicou Vítor Proença.
A Anacom aconselhou também a realização de “campanhas de sensibilização” junto das populações para que “reanalisem” o estado das suas antenas e as ligações do sistema, acrescentou.
Para o presidente da autarquia, é necessário resolver esta “situação inaceitável”, que afecta, no mínimo, entre 2.500 e 3.000 pessoas, reconhecendo que as medidas anunciadas “não vão dar resultados imediatos”.
O autarca defendeu que as populações “devem ter acesso ao sinal de TDT gratuitamente” e “não serem entregues aos operadores privados de televisão”.
Vítor Proença afirmou saber que muitos particulares têm feito queixas junto da Portugal Telecom, mas considera que o Município não deveria, “nesta fase, efectuar nenhum contacto com o operador”, tendo em conta as “responsabilidades públicas muito importantes, neste processo, da Anacom”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima