PS do Baixo Alentejo elogia papel dos autarcas no combate à Covid-19

PS do Baixo Alentejo elogia papel

A Federação do Baixo Alentejo do PS elogia o papel que os seus autarcas, assim como a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) e os profissionais do Serviço Nacional de Saúde, têm tido na região no combate e na prevenção da pandemia de Covid-19.
Em comunicado assinado pelo presidente da Federação, Pedro do Carmo, o PS do Baixo Alentejo lembra que “com o contributo de muitos” a região “tem apresentado uma baixa incidência de contágio e de mortalidade, no actual quadro pandémico, sendo importante que o esforço individual de protecção e de reajustamento dos comportamentos e a mobilização de vontades para a acção continue”.
Por isso mesmo, defendem os socialistas, “o foco deve-se manter na concretização de respostas para as pessoas, no reforço das medidas de protecção perante o risco pandémico e na sustentação das necessidades de quem está na primeira linha do maior desafio de saúde pública de décadas”, e não “na politiquice e nas tricas partidárias” que alguns tentam privilegiar.
É neste âmbito que o PS critica directamente o PCP: “Para quem como o PCP se alimenta do protesto, do problema e da compartimentação das responsabilidades, como se ainda vivêssemos na era da Guerra Fria, é incómodo assistir a uma mobilização de vontades para procurar superar as dificuldades e concretizar soluções, em linha com as disponibilidades financeiras e um sentido de urgência na emergência, mas de sustentabilidade das soluções”.
Segundo os socialistas, “é o que têm feito os eleitos do PS no Baixo Alentejo, como os eleitos noutros pontos do país, colocarem-se do lado das soluções perante os problemas”. E “é o que tem feito a CIMBAL […] na mobilização de recursos e de soluções para responder aos desafios colocados às populações e aos territórios”, acrescentam.
“Por muito que custe a alguns, dentro das vontades, das disponibilidades e das forças continuaremos a concretizar o que ainda não conseguimos na anterior legislatura e nos actuais mandatos autárquicos, agora com mais um desafio acrescido pela pandemia. O foco, local, regional e nacional, continuará a estar nas pessoas”, reforça o comunicado do PS.
A Federação do Baixo Alentejo do PS aproveita ainda a ocasião para reafirmar “o agradecimento aos profissionais de saúde, aos profissionais que concretizam o acesso a bens e serviços essenciais para as populações e ao sentido de missão dos eleitos locais e das entidades regionais”. E sublinha “a importância da resposta do Mundo Rural no quadro de necessidades alimentares dos portugueses durante este período da pandemia, que resultou num reforço do posicionamento estratégico da actividade agro-alimentar no contexto nacional”.
“Com sentido de noção das realidades, continuaremos a trabalhar do lado da construção de soluções, deixando a outros o mero sublinhar dos problemas, como quase sempre”, conclui o comunicado do PS do Baixo Alentejo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima