PS de Serpa lamenta falta de investimento da Câmara

PS de Serpa lamenta falta

Os eleitos do PS no concelho de Serpa lamentam a falta de investimento que tem havido por parte da Câmara Municipal, fruto da sua situação de “saneamento financeiro”.
Os socialistas reuniram no fim-de-semana em Vila Nova de São Bento e em comunicado enviado ao “CA” lamentam que “a situação de saneamento financeiro do Município” tenha “paralisado o investimento no concelho, com prejuízo para o bem-estar dos munícipes” e, nomeadamente, para esta freguesia, “onde a Zona de Actividades Económicas, após promessas eleitoralistas, continua parada”.
Os eleitos do PS criticam ainda “o mau trabalho decorrente da má gestão financeira e os investimentos desnecessários nos últimos anos e que obrigaram a Câmara a aumentar significativamente os impostos municipais, com graves consequências para as populações envelhecidas e com fracos rendimentos”.
No mesmo comunicado, os eleitos do PS na freguesia de Vila Nova de São Bento também assinalam a sua “preocupação e frustração com a centralidade das políticas municipais”, lamentando que a segunda maior freguesia do concelho, “com largas tradições culturais no que respeita ao cante alentejano, não tenha merecido o devido destaque no contexto da elevação do cante a património imaterial da humanidade”.
Os eleitos socialistas na União de Freguesias Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo revelaram ainda “preocupação pela fragilidade das estruturas de saúde no concelho”, nomeadamente a passagem da gestão do Hospital de São Paulo para a Misericórdia de Serpa.
“Esta situação está a gerar aumento da insegurança junto dos moradores das três localidades da freguesia – A-do-Pinto, Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo – e afigura-se aterradora para as muitas pessoas que habitam diversos montes e lugares existentes na freguesia”, concluem.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima