PS de Odemira rejeita críticas feitas pelo PSD

PS de Odemira rejeita

A Concelhia do PS de Odemira rejeita as críticas feitas pelo PSD local após se ter ficado a saber da inclusão de José Alberto Guerreiro na lista do PS para as legislativas.
Em comunicado enviado ao “CA”, os socialistas refutam a argumentação social-democrata e acusam mesmo o presidente da Concelhia do PSD, Francisco Ganhão, de “incompetência, ignorância e arrogância”.
“Incompetência” por ter visto a direcção nacional do seu partido propor como cabeça-de-lista pelo distrito de Beja “alguém que nada tem a ver com a região” [Nilza Sena] e “ignorância” pelas análises que faz à concretização do programa eleitoral do PS em Odemira.
“Nada mais são do que afirmações de quem nada conhece para além das redes sociais e do seu meio virtual e de quem vive afastado da realidade odemirense. Se assim não fosse saberia bem que apesar de estarmos apenas a meio do mandato, o programa eleitoral está a ser cumprido e o executivo municipal irá esforçar-se para fazer mais e melhor aquilo que já faz, correspondendo à confiança que o eleitorado de Odemira em nós depositou”, acrescenta o comunicado do PS.
Os socialistas acusam ainda Francisco Ganhão de arrogância quando acusa o PS “de utilização de posição dominante para ‘controlar’ e incutir medo nas pessoas”.
“Deve estar a pensar em si próprio, pois hoje é já conhecida e notória a forma como faz política e como utiliza os cargos que ocupa para criar clientelas/ dependências partidárias”, acusam.
O PS de Odemira conclui o comunicado afirmando que a eleição do José Alberto Guerreiro como deputado “será um orgulho para todas e todos os odemirenses e, mais relevante, representará a continuação de um projeto colectivo na defesa dos interesses de Odemira e do Baixo Alentejo”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima