PS de Castro Verde quer unidade móvel médico-social

PS de Castro Verde quer

O PS de Castro Verde voltou esta quinta-feira, 9 de Outubro, a defender a criação de uma unidade móvel médico-social no concelho, para apoiar a população mais idosa.
A proposta, apresentada inicialmente durante campanha eleitoral autárquica de 2013, foi reiterada após a reunião que os eleitos socialistas mantiveram com a direcção do Centro de Saúde de Castro Verde.
“Faz sentido que no plano social associado à saúde haja [em Castro Verde] uma unidade móvel que no concelho procure dar uma outra resposta que não existe neste momento”, frisou no final do encontro o vereador António José Brito, explicando que a unidade móvel que os socialistas gostariam de ver criada serviria para “reforçar o apoio clínico” e, “sobretudo, dar uma resposta social, planeada, pensada e capaz de acudir a uma população que está muito isolada em determinados locais do concelho”.
De acordo com o eleito do PS, existe da parte da direcção do Centro de Saúde “uma concordância em que a conciliação desses dois serviços poderá ser muito importante para a população do concelho, nomeadamente aquela população mais idosa e vulnerável, que carece de maior atenção”.
“Há sítios como a Estação de Ourique, Guerreiro ou A-do-Corvo, pequenas localidades com população muito envelhecida e muito isolada, que havendo esta resposta poderia de facto ter um apoio muito significativo”, acrescentou António José Brito.
Para a médica Olímpia Camacho, responsável pelo Centro de Saúde de Castro Verde, a criação de uma unidade móvel médico-social é de “se pensar”, nomeadamente para a parte social, onde “ainda há muito a fazer”.
“Penso que é mais nesse âmbito, embora a saúde não se possa alhear desse aspecto”, acrescentou a clínica, que fez um balanço positivo da reunião com os eleitos socialistas.
“É sempre bom trocar impressões, saber o que as pessoas pensam da actividade do Centro de Saúde e que contributos é que nós podemos ou que nos podem fornecer”, vincou aos jornalistas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima