PS de Castro Verde lamenta obras na véspera das eleições

PS de Castro Verde lamenta

A candidatura do PS às órgãos autárquicos de Castro Verde acusa a autarquia local, de maioria CDU, ter guardado obras para “a véspera” das eleições de 29 de Setembro.
Considerando que os trabalhos de repavimentação de algumas artérias da vila de Castro Verde e a electrificação de montes rurais explorações agrícolas no concelho, anunciadas esta semana pela edilidade castrense, “são medidas positivas”, a candidatura liderada por António José Brito lamenta que “a um mês das eleições autárquicas” a maioria da CDU na Câmara Municipal, “cada vez mais preocupada com os fortes sinais de mudança que a população transmite, use todos os meios para tentar travar a derrota”.
“Tentando a todo o custo manter-se no poder, a equipa comunista planeou estas intervenções para a véspera das eleições, tentando usá-las como trunfos eleitorais. Infelizmente para Castro Verde, Francisco Duarte quer apresentar à última hora o trabalho que devia ter feito durante o mandato”, vinca o candidato do PS.
Convicto de que os castrenses não se deixarão enganar e perceberão “a razão porque se lançam obras a um mês das eleições”, António José Brito acrescenta que a realização destas intervenções nesta altura são mais uma prova de que o concelho de Castro Verde “precisa de uma mudança que planeie o futuro em função de um projecto sério, estruturado e ambicioso”.
Um projecto que não resulte de uma acção completamente descoordenada e feita casualmente em função dos interesses partidários da maioria da CDU que está agora na Câmara Municipal”, conclui o cabeça-de-lista do PS.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima