PS de Castro Verde considera orçamento da CDU “eleitoralista”

PS de Castro Verde considera

O PS de Castro Verde considera que o orçamento da Câmara Municipal para 2017, aprovado pela maioria CDU com a abstenção dos vereadores socialistas, “apresenta uma forte vocação eleitoralista”.
Em comunicado, o PS argumenta que o documento, “planeado pela CDU a pensar no ano das eleições autárquicas, apresenta uma forte vocação eleitoralista, com vários projectos repetidos porque estão há muitos anos por concretizar, prioridades erradas e completo desprezo pelas propostas do Partido Socialista”.
“Num prçamento em que reforça as verbas destinadas a programas culturais e actividades festivas (o que é bastante mais importante em ano de eleições!), a maioria da CDU não vai dar o impulso necessário e urgente às obras da rede de águas de Castro Verde (cujas roturas são quase diárias), opta por diminuir verbas na Acção Social e limita-se a ‘copiar’ um conjunto de propostas que, apesar de terem vários anos, não há meio de serem concretizadas”, acrescenta o PS, dando o exemplo da requalificação do pavilhão gimnodesportivo ou da criação da Zona de Actividades Económicas, “um projecto com mais de 20 anos”.
Os socialistas criticam ainda o facto de das 10 propostas apresentadas pelos seus vereadores, a maioria da CDU ter recusado “cerca de 80%, limitando-se a acolher a proposta de requalificação da rede de águas de Castro Verde”, ainda que com uma verba que o PS considera “muito insuficiente face ao grave problema que existe”.
Entre as propostas rejeitadas, continuam os socialistas, estão a criação do serviço da Unidade Móvel Médico-Social, a construção de um heliponto (que permita aos helicópteros do INEM aterrarem em melhores condições para evacuação de doentes urgentes) ou o reforço de verbas para alargar o período das ATL de Verão.
“Em síntese, este é o Orçamento de uma equipa da CDU esgotada e que só pensa nas eleições autárquicas porque pretende renovar um poder com 40 anos e que se apresenta incapaz de traçar uma estratégia para o futuro e para resolver os verdadeiros problemas da população”, conclui o vereador António José Brito.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima