PS de Beja acusa Governo de abandonar Baixo Alentejo

PS de Beja acusa Governo

A Concelhia de Beja do Partido Socialista acusa o Governo PSD/ CDS de não ter uma estratégia de valorização do interior do país e de votar o Baixo Alentejo ao abandono.
A posição dos socialistas bejenses surge depois do executivo de Pedro Passos Coelho ter revelado, já esta semana, as 59 obras em matéria de transportes consideradas prioritárias até 2020.
Ao todo, o Governo estima um investimento avaliado em mais de seis mil milhões de euros, montante que o PS considera “manifestamente insuficiente” e que pretende “apenas iludir a população e responder a descontentamentos de carácter local, sem intenção de concretizar o anunciado”.
Deste valor, continua o PS de Beja, são alocados ao distrito de Beja apenas 29 milhões de euros (0,48% do total), dos quais 15 milhões se destinam à conclusão do troço do IP8 entre Santa Margarida do Sado e Beja.
“Como será o traçado, com que número de faixas, em que perfil”, questiona a Concelhia socialista, manifestando igualmente a sua “surpresa” por não existir qualquer referência à conclusão do IP2 ou à electrificação da ferrovia entre Beja e Casa Branca.
Relativamente ao aeroporto de Beja, o Governo estima investir três milhões de euros em sete anos, verba que o PS diz representar um valor médio anual de pouco mais de 400 mil euros, o que dá somente “para as despesas de manutenção corrente”.
“Conclui-se pois que o actual Governo não tem nem políticas, nem estratégias, nem energias para valorizar o interior do território”, acusa a Concelhia de Beja do PS, sublinhando que os baixo alentejanos não mereciam o “abandono” a que foram “votados, uma vez mais, pelo Governo PSD/CDS”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima