Produção vai aumentar em Neves-Corvo em 2022

A multinacional sueco-canadiana Lundin Mining, proprietária da Somincor, estima um aumento da produção de cobre e zinco na mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, nos próximos três anos.

No relatório operacional para o período de 2022-2024, a que o “CA” teve acesso, a Lundin Mining estima que no próximo ano a produção de cobre em Neves-Corvo seja de 33.000 a 38.000 toneladas, enquanto o zinco deverá registar uma produção total de 110.000 a 120.000 toneladas.

Face àquelas que eram as perspetivas em 2020, relativamente a 2021, estes valores são semelhantes no caso do cobre.

Já no zinco representam um incremento de “mais de 65%” na produção em Neves-Corvo, o que a empresa justifica com a entrada em funcionamento, em 2022, do Projeto de Expansão do Zinco (ZEP), avaliado em 360 milhões de euros.

Relativamente a 2023 e 2024, a empresa sediada em Toronto (Canadá) aponta para novos aumentos na produção de concentrados destes dois tipos de minério em Neves-Corvo face a 2022.

Segundo o relatório operacional, em ambos os anos a produção de cobre deverá ser de 35.000 a 40.000 toneladas e a de zinco de 142.000 a 152.000 toneladas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima