Presidente da Câmara de Évora deixa cargo a partir de 1 de Maio

Presidente da Câmara de Évora

O presidente da Câmara Municipal de Évora, o socialista José Ernesto Oliveira, vai renunciar ao mandato por razões pessoais e de saúde, com efeitos a partir de quarta-feira, 1 de Maio, revela o próprio à Agência Lusa.
A apresentação da renúncia ao mandato foi o único ponto da ordem de trabalhos da reunião extraordinária de Câmara, realizada esta segunda-feira, 29, antes de uma sessão ordinária da Assembleia Municipal, em que o autarca também deu conhecimento da sua decisão.
José Ernesto Oliveira adianta à Lusa que renuncia ao mandato por razões de ordem pessoal e de saúde a partir de 1 de Maio.
O cargo de presidente da Câmara de Évora será assumido pelo actual vice-presidente, Manuel Melgão.
José Ernesto Oliveira, que divulga publicamente a renúncia em conferência de imprensa, marcada para esta terça-feira, 30, de manhã, está a cumprir o terceiro e último mandato à frente da Câmara de Évora, um antigo bastião comunista.
Antigo militante, autarca e deputado do PCP, do qual se desvinculou em 1992, José Ernesto Oliveira conquistou a Câmara de Évora, pelo PS, nas autárquicas de 2001, com maioria absoluta, tendo sido reeleito nas eleições seguintes (2005 e 2009), mas com maioria relativa.
Antes, o emblemático município alentejano tinha sido liderado, ao longo de 25 anos, pelo histórico autarca comunista Abílio Fernandes.
A cumprir o último mandato à frente da autarquia, devido à lei da limitação de mandatos, José Ernesto Oliveira, de 60 anos, já tinha anunciado que iria abandonar a vida política activa, depois de se considerar um "político realizado".
Na corrida à sucessão de José Ernesto Oliveira, o vice-presidente da câmara, Manuel Melgão, já formalizou a candidatura, junto da Concelhia do partido, para liderar a lista do PS ao Município nas autárquicas deste ano.
O PCP já anunciou que o antigo presidente da Câmara de Montemor-o-Novo, Carlos Pinto de Sá, que deixou o cargo em Dezembro, vai ser o candidato da CDU em Évora.
A lista do PSD vai ser liderada pelo médico cirurgião Paulo Jaleco, enquanto a funcionária pública Maria Helena Figueiredo vai ser, por sua vez, a candidata do Bloco de Esquerda.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima