“Por Beja com Todos” aquém das expectativas

“Por Beja com Todos”

O coordenador e cabeça de lista do “Por Beja com Todos” admite que o movimento “ficou aquém das suas expectativas eleitorais” nas autárquicas de 29 de Setembro.
Os resultados estiveram sob apreciação dos membros que deram corpo ao movimento e esta terça-feira, 15, em comunicado, Lopes Guerreiro sublinha que ainda assim a votação alcançada não foi má, tendo em conta que “foram as primeiras eleições” em que o “Por Beja com Todos” participou “e que, apesar de todos os esforços feitos, não conseguiu chegar ao conhecimento de todos os eleitores, situação agravada pelo facto de não ter podido utilizar o seu símbolo”.
Lopes Guerreiro considera ainda que a “inexperiência”, as “dificuldades processuais” e o “atraso da tomada de algumas decisões e na construção e apresentação das suas propostas não ajudaram” a dar “a necessária credibilidade” ao movimento, que teve ainda, na sua opinião, de lutar contra a ideia “falsa” de “dependência” que os seus adversários e alguma comunicação social “insinuaram existir” relativamente ao Bloco de Esquerda.
“Isso dificultou a sua afirmação como movimento independente e plural que efectivamente é”, garante o seu coordenador.
A um dia da tomada de posse das novas equipas na Câmara e Assembleia Municipal de Beja, Lopes Guerreiro assume que os eleitos do “Por Beja com Todos” irão nortear a sua intervenção “pelo respeito pelo seu compromisso eleitoral e tendo em conta os programas eleitorais com que se apresentaram às eleições”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima