Petição na Internet contra abate de cão em Beja

Petição na Internet contra

Mais de 11 mil pessoas já assinaram uma petição, disponível na Internet, contra o abate do cão que atacou uma criança de 18 meses em Beja, que acabou por falecer.
A petição, dirigida ao Canil de Beja e à respectiva veterinária municipal, tem como objectivo “lutar contra o abate do cão ‘Zico’ que atacou uma criança em Beja e de todos os outros ‘Zicos’ espalhados pelo país”, refere o texto.
Recorde-se que o menino foi atacado no domingo, 6, ao final do dia em casa, em Beja, por um cão, de nove anos, arraçado de pitbull, raça considerada potencialmente perigosa.
O animal pertencia a um tio da criança, que vivia na mesma casa com os pais e os avós da vítima.
Na segunda-feira, o avô do menino, Jacinto Janeiro, explicou aos jornalistas que o cão estava “às escuras” na cozinha da casa, quando a criança foi àquela divisão e lhe “caiu em cima”, o que fez com que o animal o atacasse.
Os subscritores da petição defendem que “um cão que nunca fez mal durante oito anos e atacou é porque teve algum motivo” e, como tal, “o abate não é solução!”.
Os defensores de ‘Zico’ sustentam que “se não se abatem pessoas por cometerem erros, por roubarem, por matarem…então também não o façam com os animais” e que “eles também merecem uma segunda oportunidade”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima