Pescador de Aldeia dos Fernandes vence circuito nacional

Filipe Santos, pescador desportivo de Aldeia dos Fernandes, no concelho de Almodôvar, espera que a pandemia da Covid-19 entre numa fase mais tranquila para poder rumar aos EUA.
Isto porque depois de em 2019 ter garantido o apuramento para o Mundial de pesca ao achigã em embarcação, a realizar em LakeMurray (após se sagrar campeão nacional da modalidade juntamente com Valter Silvestre, de São Pedro de Sólis), venceu em Setembro o circuito embarcado da BassNation Portugal 2020 (ao lado de Leandro Luís, de Alcoutim), também de pesca ao achigã, carimbando o “passaporte” para um circuito em águas norte-americanas.
A BassNation Portugal “é uma prova paralela ao [campeonato] nacional que dá entrada num circuito dos EUA que só fica abaixo da categoria profissional. Ou seja, se ficar nos primeiros cinco [classificados] nos EUA, fico apurado para a competição profissional”, revela com entusiasmo o pescador de Aldeia dos Fernandes, de 33 anos.
Filipe Santos e Leandro Luís (com Duarte Santos como suplente) venceram o circuito embarcado da BassNation Portugal 2020 no fim-de-semana de 19 e 20 de Setembro, durante as etapas realizadas na barragem do Cabril, concelho de Pedrógão Grande.
“Acreditámos nas nossas possibilidades e correu bem”, confidencia Filipe Santos, reconhecendo que a pesca desportiva é algo com bastante importância na sua vida. “Acima destes títulos e da pesca só está mesmo o nascimento do meu filho”, garante este pescador, admitindo que dedica “muitas horas” e investir “muito dinheiro” na modalidade.
“Mas estes pequenos momentos acabam por compensar todo este esforço”, acrescenta, agradecendo ainda a todos os seus patrocinadores: Cannaport Medical Cannabis, Junta de Freguesia de Aldeia dos Fernandes, Casa da Cultura de Aldeia dos Fernandes, Fernandes Atlético Clube, Artypesca, Xabassa Mosquitos, Lígia Agostinho Arquitectura, Socialmo – Mediação de Seguros, Santa Clara Fishing, PMC Parquet, AG Motos, Clube de Pesca de Mértola, Paçamodôvar, Auto Vale, Associação Intervivos, Câmara de Alcoutim e RD Conta, Lda..
Filipe Santos espera agora que sejam definidas as datas para a viagem aos EUA, onde participará em duas provas de cariz mundial. E na bagagem, além da cana de pesca e dos anzóis, levará muita ambição, apesar das dificuldades que antevê encontrar.
“Tenho consciência que lá existem pescadores a batalhar muito para ganhar estas provas. E nós vamos de Portugal, que é muito longe, com menos informação, o que é logo uma desvantagem. Mas penso que com dois ou três dias de treino poderemos equilibrar as coisas”, diz com confiança.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima