Pedro do Carmo representa Portugal na União Interparlamentar

O deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, foi eleito representante de Portugal na União Interparlamentar (UIP), organização internacional dos parlamentos do Estados soberanos e que trabalha em parceria com a ONU.

Em declarações ao “CA”, o deputado baixo-alentejano garante que tudo fará “para dar expressão neste fórum do sentir, dos problemas e dos desafios do Mundo Rural e dos territórios de baixa densidade, realidades que nem sempre têm a visibilidade que merecem como espaços de identidade, de potencial produtivo e de sustentabilidade”.

“Também aqui procurarei dar voz e defender a nossa realidade como baixo-alentejanos, integrados num território rural”, acrescenta Pedro do Carmo.

A UIP tem como objectivo central “fomentar as relações pessoais entre os membros de todos os parlamentos” e reuni-los” numa acção comum tendente a manter e assegurar a plena participação dos respectivos Estados na consolidação e desenvolvimento das instituições representativas e na promoção da paz e cooperação internacional, apoiando sobretudo os objectivos das Nações Unidas”.

Nesse sentido, a UIP pronuncia-se “sobre todos os problemas internacionais susceptíveis de solução por via parlamentar” e “apresenta sugestões com vista ao desenvolvimento das instituições parlamentares, melhoria do seu funcionamento e realce do seu prestígio”.

Sendo um fórum “de concertação interparlamentar à escala mundial”, a UIP trabalha para o reforço das instituições representativas, favorecendo os contactos, a coordenação e as trocas de experiências entre os parlamentos e os parlamentares de todos os países intervenientes, ou examinando as questões de interesse comum e de preocupação internacional e pronunciar-se a seu respeito, com vista a suscitar uma acção da parte dos parlamentos e dos parlamentares.

A UIP pretende ainda contribuir “para a defesa e para a promoção dos direitos humanos que tenham importância universal e cujo respeito constitua um factor essencial da democracia parlamentar e do desenvolvimento” e “para um melhor conhecimento do funcionamento das instituições representativas e para o reforço dos seus meios de acção”.

“Também aqui procurarei dar voz e defender a nossa realidade como baixo-alentejanos, integrados num território rural.”

Pedro do Carmo | deputado do PS

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima