PCP questiona sobre Escola de Santa Maria

PCP questiona sobre

O grupo parlamentar do PCP apresentou na Assembleia da República uma série de questões ao ministro da Educação sobre os problemas sentidos na Escola Básica de Santa Maria, na cidade de Beja.
Os comunistas visitaram recentemente o estabelecimento e reuniram com a associação de pais, tendo ficado a par da inadequação dos rácios de pessoal não docente e do que apelidam de “vergonhoso valor pago” aos trabalhadores não docentes designados de tarefeiros.
A falta de professores de educação especial para as necessidades do estabelecimento, a “exiguidade” do refeitório e a degradação de alguns dos equipamentos da cozinha são outros dos problemas apontados pelo PCP.
Nesse sentido, o grupo parlamentar pretende saber se o Governo “conhece os problemas descritos” e que “quando será publicada a alteração aos rácios dos assistentes operacionais”.
Os comunistas querem igualmente saber se “está calendarizada a realização de obras que permitam resolver os problemas de instalações e infra-estruturas identificados”, se o Governo prevê “criar algum mecanismo que permita a substituição célere de assistentes
operacionais em situação de ausência prolongada do serviço” e “por que razão os assistentes operacionais não têm acesso a formação contínua”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima