PCP questiona Governo sobre intoxicações na PT de Beja

PCP questiona Governo sobre

Dois deputados do PCP questionaram na quinta-feira, 20, o Governo sobre o caso dos 47 trabalhadores do call center da PT em Beja que sofreram sintomas de intoxicação.
No requerimento apresentado a Pedro Mota Soares, ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, os deputados João Ramos e Rita Rato (eleitos por Beja e Évora, respectivamente), questionam se o Governo teve conhecimento da situação e se confirma que a Autoridade das Condições do Trabalho (ACT) “acompanhou este problema de falta de condições de higiene e segurança no call center da PT em Beja”.
Os deos eleitos comunistas pretendem ainda saber qual a razão da intoxicação dos trabalhadores e seus responsáveis, assim como “o que determinou que as instalações não fossem encerradas logo na primeira ocorrência, levando a novas vítimas de intoxicação”.
João Ramos e Rita Rato questionam igualmente o Governo sobre se “está garantido o acompanhamento da situação de saúde de todos os trabalhadores afectados”, assim como se “estão garantidos os pagamentos dos salários e de todos os direitos dos trabalhadores enquanto o edifício permanecer encerrado”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima