PCP quer saber se Governo equaciona aeroporto de Beja para voos de baixo custo

PCP quer saber se Governo equaciona aeroporto de Beja  para voos de baixo custo

O PCP quer saber se o Governo está a equacionar o aeroporto de Beja como "alternativa" para receber companhias aéreas de baixo custo que operam no aeroporto da Portela, em Lisboa, nomeadamente a base da easyJet.
O Governo está a estudar a possibilidade de "adaptar" uma base aérea para acolher companhias de baixo custo que operam no aeroporto de Lisboa, disse hoje à agência Lusa o deputado do PCP eleito por Beja, João Ramos, referindo que as bases de Sintra, Alverca e Montijo são as opções em estudo.
"Numa altura em que se diz não haver dinheiro para investimentos públicos", a "opção" pela adaptação de uma daquelas três bases é "estranha", porque existe o aeroporto de Beja, já construído, a operar e que resulta do aproveitamento civil da Base Aérea n.º 11, de Beja, disse.
O facto de o aeroporto de Beja "não estar a ser considerado como alternativa" é "estranho", afirmou João Ramos, que falava à Lusa a propósito de uma pergunta que dirigiu ao Ministério da Economia sobre o assunto.
Segundo o deputado, o aeroporto de Beja, através das melhorias das ligações rodoviárias e ferroviárias, ficaria a uma distância de Lisboa "semelhante" à que existe entre outros aeroportos e capitais de países da Europa.
No entanto, o aeroporto de Beja "não é considerado como alternativa" para receber companhias aéreas de baixo custo a operar no aeroporto da Portela.
Entretanto, na segunda-feira, no programa "Prós e Contras" da RTP1, segundo o mesmo deputado, o secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, acrescentou o aeroporto de Beja à lista das bases aéreas de Sintra, Alverca e Montijo.
Através da pergunta, o deputado quer saber se o Governo "confirma que o aeroporto de Beja está a ser equacionado como alternativa" para receber companhias de baixo custo e se "já estão definidos os critérios que presidirão à escolha" da alternativa.
As bases aéreas de Sintra, Alverca e Montijo estão a ser alvo de estudo de um grupo de trabalho criado pelo Governo para a localização da base da easyJet, situada no aeroporto da Portela em Lisboa, disse no início deste mês Sérgio Monteiro.
A existência de uma infra-estrutura aeroportuária complementar ao aeroporto de Lisboa representa um regresso à chamada solução "Portela + 1", estudada em 2007.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima