PCP pede abertura de troço da A26/ IP8

PCP pede abertura

O PCP de Beja considera ser “inaceitável” que o troço da A26/ IP8 entre Grândola Sul e Santa Margarida do Sado, no concelho de Ferreira do Alentejo, ainda não esteja aberto ao trânsito.
Em comunicado, a Direcção da Organização Regional de Beja (DORBE) do PCP contesta a argumentação do Governo, que diz que o troço está encerrado apesar de concluído por existirem problemas com a conclusão da praça de portagens.
“Esta é uma desculpa insustentável, não se aceitando que num projecto desta natureza não tenham sido prevenidas estas situações”, notam os comunistas, que acrescentam: “O PCP considera inaceitável a postura do Governo que prefere que este troço, numa distância de 12 kms, concluído há já bastante tempo, esteja encerrado sem qualquer uso para os utentes, do que ter atempadamente tomado medidas para abri-lo e pô-lo ao serviço do desenvolvimento regional, sem a respectiva cobrança de portagens, com as quais aliás o PCP discorda”.
Os comunistas criticam igualmente as recentes declarações de deputados do PS, no âmbito das Jornadas Parlamentares do partido que decorreram na região, sobre a garantia de mandar elaborar até final do ano o projecto de electrificação da linha entre Casa Branca e Beja.
“O PS foi o único que votou contra na Assembleia da República medidas que tinham em vista assumir ‘como prioridade a requalificação da linha férrea entre casa Branca e Beja, incluindo a sua electrificação’”, lembra o PCP, rejeitando aquilo que chama de “manobras de diversão da opinião pública em vésperas de ano eleitoral” e exigindo “seriedade, eficácia e respeito pela população nas opções políticas de desenvolvimento para a região”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima