PCP espera congresso para definir Autárquicas

PCP espera congresso

Os partidos já começaram a preparar as eleições autárquicas agendadas para o próximo ano. No PS, o presidente da Federação do Baixo Alentejo já assumiu a recandidatura de cinco dos seis actuais presidentes de câmara que tem no distrito (a excepção é Ferreira do Alentejo, devido ao facto de Aníbal Reis Costa atingir o limite de mandatos), enquanto no PSD se aguardam as eleições para a Distrital.
Já no PCP, como é costume, “o segredo é de ouro” e, até ao Congresso, que vai realizar-se em Dezembro próximo, nada deverá ser assumido publicamente em termos de candidatos autárquicos no distrito de Beja.
Das actuais oito câmaras do distrito de Beja com presidência comunista, é certo que, por estarem a cumprir o terceiro mandato consecutivo, António Tereno não será candidato em Barrancos e Manuel Narra não pode avançar na Vidigueira. Nos restantes seis concelhos, fontes do “CA” garantem que as recandidaturas de João Rocha (Beja), João Português (Cuba) e Tomé Pires (Serpa) “estão certas”.
Em aberto e “por decidir”, apesar de poderem avançar, estarão as recandidaturas de Santiago Macias (Moura), Francisco Duarte (Castro Verde) e António Valério (Alvito). Os três autarcas, sabe o “CA”, terão manifestado vontade de não continuar.
Nos concelhos onde é oposição e que representam “forte aspiração para o PCP”, as mesmas fontes asseguram que Manuel Nobre (Aljustrel) e Miguel Bento (Mértola) são nomes “bem encaminhados” para liderar as respectivas candidaturas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima