PCP defende valorização do aeroporto de Beja

O grupo parlamentar do PCP apresentou, na Assembleia da República, um projeto de resolução onde pede ao Governo a valorização do aeroporto de Beja, “no âmbito do sistema aeroportuário nacional, aproveitando todos os seus recursos e potencialidades”.

No documento, a que o “CA” teve acesso, os eleitos comunistas argumentam que “a importância do aeroporto de Beja resulta das suas enormes qualidades”, dado dispor “de uma grande área para a implantação de infraestruturas aeronáuticas, espaço aéreo não congestionado, sem sobrevoo de aglomerados populacionais, condições climatológicas favoráveis e área plana sem problemas de natureza orográfica”.

Nesse sentido, o PCP propõe que se “valorize o aeroporto de Beja no âmbito do sistema aeroportuário nacional, aproveitando todos os seus recursos e potencialidades”, e que se “mobilize os recursos financeiros necessários, aproveitando o Plano de Recuperação e Resiliência, o novo quadro financeiro plurianual, ou ainda pela utilização de verbas do Orçamento de Estado”.

No projeto de resolução, os deputados comunistas defendem igualmente que se “crie uma intermodalidade de serviços e transportes, conjugando as valências rodoviária, ferroviária e aérea”.

Para tal, acrescentam, é necessário que se proceda “à modernização e eletrificação de toda a Linha do Alentejo, na ligação entre casa Branca – Ourique/Funcheira, incluindo a ligação ao aeroporto de Beja”, e que se assegure “a conclusão do IP8 na sua totalidade, entre Sines e Vila Verde de Ficalho, conforme definido no Plano Rodoviário Nacional, com duas vias de transito em cada sentido e sem portagens”.

A proposta do PCP prevê ainda que se “potencie a estratégia integrada da aeronáutica, carga, parqueamento, manutenção e passageiros, como forma de promoção do desenvolvimento endógeno do turismo, indústria e manutenção aeronáutica e carga/logística”, e que se “articule entre os diferentes níveis de planeamento local, regional e nacional as utilizações a dar ao aeroporto aproveitando todas as suas potencialidades e dimensões”.

Por fim, os comunistas apelam que se “considere o aproveitamento do aeroporto de Beja como promotor da fixação de população e da indústria na região”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima