PCP defende ampliação do hospital de Beja

PCP defende ampliação

O grupo parlamentar do PCP apresentou na Assembleia da República um projecto de resolução onde propõe ao Governo medidas para que se iniciem os procedimentos tendo em vista a remodelação e ampliação do hospital de Beja.
De acordo com os comunistas, o Hospital José Joaquim Fernandes apresenta uma “disfuncionalidade evidente ao nível das suas instalações e inerente dificuldade em assegurar nas mesmas as adequadas condições de funcionamento para prestar às populações abrangidas um serviço digno e de qualidade”.
Nesse sentido, os deputados do PCP recomendam que o Governo “adopte as medidas necessárias para que se iniciem no prazo de 180 dias os procedimentos para a remodelação e ampliação do hospital de Beja”, a começar pela atribuição formal da “competência para desencadear os procedimentos necessários” ao conselho de administração da ULSBA.
O PCP defende ainda no seu projecto de resolução que o Goveno defina “um cronograma para a remodelação e ampliação do hospital que assegure a abertura do concurso público num prazo de doze meses”, defina “o faseamento da construção de forma a que se iniciem os procedimentos necessários ao lançamento da empreitada e licenciamento do projecto”, mobilize “fundos comunitários para a remodelação e ampliação do hospital” e crie “um mecanismo de acesso público dos cidadãos a toda a informação actualizada sobre os procedimentos” para a obra.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima