PCP critica "hostilização" da CDU nas Autárquicas

PCP critica "hostilização"

A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP considera que a campanha das eleições Autárquicas 2017 ficou marcada “por um quadro de hostilização,de mentira e de desvalorização da obra e trabalho da CDU”.
Em comunicado enviado ao “CA” após a reunião onde analisou os resultados obtidos a 1 de Outubro, o PCP acusa o PS “de utilização do aparelho de Estado”, através da “deslocação de ministros e secretários de Estado, ocultando posicionamentos contrários aos interesses da região e da sua população como aconteceu, entre outros, com o seu voto contra a reposição de freguesias”.
Os comunistas criticam igualmente PSD e CDS, “que a partir da rasura de memória pretenderam ocultar o seu passado recente de empobrecimento dos trabalhadores e do povo, de destruição dos serviços públicos e do poder local democrático”, assim como “o desenvolvimento de linhas de argumentação baseadas na mentira por parte de falsas listas de cidadãos eleitores”.
Para o PCP, “sem prejuízo de recuos e perdas,a CDU afirma-se como uma grande força autárquica no Alentejo”, considerando que a perda de cinco autarquias (entre as quais Beja e a ‘histórica’ Castro Verde) “não deixará de constituir uma perda para as populações, os trabalhadores, para o serviço público, a cultura e o poder local democrático”.
No final, o PCP garante que os eleitos e activistas da CDU, “em minoria ou maioria nos órgãos autárquicos prosseguirão a sua acção, assumindo os compromissos com o povo e os trabalhadores”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima