PCP critica falta de médico em Ervidel

PCP critica falta

O PCP de Aljustrel critica o facto da extensão de saúde de Ervidel estar sem cuidados médicos desde quarta-feira, 21, considerando que a situação prejudica a população.
Em comunicado enviado ao “CA”, os comunistas de Aljustrel revelam que a extensão de saúde desta freguesia só reabrirá na próxima segunda-feira, 26, “obrigando a quem necessita deste indispensável serviço deslocar-se a Aljustrel”.
“E caso não consiga vaga, [terão de deslocar-se] a Beja ou Castro Verde, com todos os incómodos que esta situação acarreta”, critica o PCP, exigindo “que seja reposta a normalidade deste serviço que a população de Ervidel tem direito”.
No comunicado, os comunistas frisam que esta situação é ainda mais grave quando Portugal “está a atravessar um período mais intenso de casos de gripe, onde todos os dias saem notícias de mortes nas urgências dos hospitais ou das longas horas a que os utentes estão sujeitos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima