Pandemia retirou visitantes ao Museu da Ruralidade

O responsável pelo Museu da Ruralidade, criado pela Câmara de Castro Verde em Entradas e com pólos espalhados pelo concelho, reconhece que o último ano não foi “positivo”.

“A actual pandemia retirou visitantes a estes núcleos museológicos, o que teve efeitos na quebra de dinâmica ao nível do seu funcionamento”, afiança Constantino Piçarra ao “CA”.

Nesse sentido, continua o historiador, os três livros que serão editados pelo Museu neste mês de Março surgem também “numa lógica de recomeço”.

“A pandemia quebrou-nos. Pois bem, mas agora que o pior passou, vamos começar de novo com uma nova dinâmica”, garante.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima