Ourique. Feira do Porco Alentejano vai debater impacto da seca

Os impactos da seca no desenvolvimento das dinâmicas do Mundo Rural, “em especial na agropecuária extensiva”, vão estar em debate na edição deste ano da Feira do Porco Alentejano, em Ourique, que vai decorrer entre os dias 25 e 27 de Março.

O certame é promovido pela Câmara de Ourique em parceria com a Associação dos Criadores de Porque Alentejano(ACPA) e inclui um debate sobre “os impactos das alterações climáticas no território, em que pontuam os ecossistemas de montado, e no desenvolvimento das atividades agroalimentares, com destaque para a fileira do porco alentejano”.

Em comunicado, a autarquia refere que “tem acompanhado a evolução dos impactos da seca junto dos agricultores e dos criadores, dando expressão aos impactos já registados e aos desafios colocados à manutenção das dinâmicas produtivas existentes”.

Nesse sentido, o debate durante a feira, agendado para dia 25 de março, pelas 9h30, no Centro Convívio Ourique, permitirá a criadores, produtores, técnicos e interessados debater “os impactos da seca no desenvolvimento das dinâmicas do Mundo Rural, em especial na agropecuária extensiva”.

A iniciativa vai decorrer “num momento em que são evidentes as necessidades de reforçar a capacidade geral de resiliência por via da ligação da barragem do Roxo à barragem do Monte da Rocha e de outros impulsos de salvaguarda dos interesses do setor e da região”, acrescenta a Câmara Municipal.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima