Ourique é “Autarquia Familiarmente Responsável”

Câmara de Ourique
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Câmara de Ourique acaba de ser reconhecida pelo Observatório de Autarquias Familiarmente Responsáveis com o galardão (e bandeira) de “Autarquia Familiarmente Responsável 2020”.
Segundo a autarquia ouriquense, este reconhecimento decorre da sua aposta “na concretização de amplo conjunto de políticas e de apoios sociais destinados às crianças, aos jovens, às famílias e à população sénior, num impulso gerador de maior coesão social e qualidade de vida”.
“Num tempo marcado por constrangimentos decorrentes da pandemia e dos seus impactos, este galardão é mais um incentivo à manutenção do esforço municipal de continuar a colocar as pessoas no centro das suas acções”, vinca a Câmara de Ourique em comunicado enviado ao “CA”.
A autarquia acrescenta que “das bolsas para o ensino superior à comparticipação dos medicamentos da população sénior, são muitas as expressões de um sentido compromisso com as necessidades dos que mais precisam para que ninguém fique para trás e possa ter padrões mínimos de qualidade de vida” em Ourique.
Recorde-se que o Observatório de Autarquias Familiarmente Responsáveis nasceu em 2008 e visa dar visibilidade às autarquias que se destaquem por práticas amigas das famílias e potenciar a experiência obtida por uns municípios em benefício dos outros.
O Observatório pretende ainda colocar ao dispor das autarquias uma equipa pluri-disciplinar, constituída essencialmente por pessoas da área da sociologia, psicologia, assistência social e familiar e economia que, com experiência nos âmbitos da família e das autarquias possam contribuir positivamente para a avaliação de medidas nesta área, quer previamente quer a posteriori.

Opinião

Carlos Pinto

7 de Janeiro, 2022

O direito de poder ir votar!

Vitor Encarnação

7 de Janeiro, 2022

Fogo de artifício

Carlos Pinto

17 de Dezembro, 2021

2022: Que ano está para vir?

Napoleão Mira

17 de Dezembro, 2021

Necas – Um Ladrão Improvável

Carlos Pinto

3 de Dezembro, 2021

Rio e a derrota das “elites”

Vitor Encarnação

3 de Dezembro, 2021

As rugas do desejo

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima